----------------------------------------------

• • LINKS

C H E M I S T R Y
Serendipity

----------------------------------------------

----------------------------------------------

• • Postagens anteriores

----------------------------------------------

• • Arquivos

Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007
Fevereiro 2008


----------------------------------------------

• • CRÉDITOS

Blog: Blogspot
Comentários: HaloScan
Template by Cristianepf
& aika

----------------------------------------------

 
Smell like burned peas

Lost voltou há três semanas, mas para o mundo shipper o episódio mais esperado era Eggtown, o quarto de uma temporada de 13 episódios. A revelação de que saberíamos neste episódio se Kate realmente estava grávida e a posterior publicação do resumo do episódio fez fervilhar os fóruns por todo mundo acerca das teorias sobre o ocorrido - algumas plausíveis, outras absurdas - mas estamos falando de Lost, afinal.

E pelo fato dos spoilers sobre este episódio terem mencionado ''ser o melhor da temporada'' ou até mesmo ''legendário para o mundo shipper'', a sensação que todos - ou quase todos - tivemos é que uma parte do episódio ficou escondida em algum lugar remoto do Havaí ou que o roteiro foi entregue para uma escritora de fanfics do ensino fundamental. Aquele sentimento de que o que poderia ser ótimo foi razoável não abateu só o mundo dos casais - em sua grande maioria, Eggtown foi considerado um episódio filler (aka um episódio enche-linguiça), que acrescenta coisas na trama mas per si, não é surpreendente. Ver Locke incorporar o Mussolini do Pacífico Sul aliado com um quê de Homem-Bomba do Oriente Médio e Claire toda sorridente após o seu tão-falado amor ter morrido heroicamente dias atrás foi, no mínimo, decepcionante.



"Isso não é uma democracia.''

É essa a sensação que todos tínhamos muito antes de Locke dizer essa frase em Eggtown, "Isso não é uma democracia''. Em um grupo de sobreviventes no meio de uma Ilha que mais parece um centro de experiências macabras do que um paraíso tropical, é necessário que alguém se disponha a "conduzir o rebanho" para que as coisas não saiam dos eixos. As pessoas tendem a olhar para alguém que interceda por elas e as diga o que fazer e quando fazer - é um aspecto da humanidade que não pode ser negado e muito menos ignorado. Nós obedecemos nossos pais porque, supostamente, eles sabem o que fazer e nós, não. Nós elegemos nossos líderes em eleições porque, simplesmente, as coisas tem que ter organização, e independentemente da visão política - socialista, comunista ou capitalista - todos sabem que o poder na mão de todos não funciona. Ou ao menos não funciona na prática. Mas, houve na história da humanidade, homens que levaram a sério seu espírito de liderança e suas convicções, sério demais. O regime fascista que vigorou na década de 20 e 30 na Europa e de 37 a 45 no Brasil é um exemplo claro de como o poder pode ser levado as últimas consequências e ter resultados drásticos.

Onde eu quero chegar com isso? Simples. No começo da quarta temporada de Lost, a vinda do suposto resgate para a Ilha despertou reações adversas no grupo de sobreviventes: parte dele pensa que serão resgatados (os que seguem Jack) e parte pensam que essas pessoas estão lá apenas para matá-las (os que seguem Locke). E de pano de fundo para essa história, está a rivalidade dos líderes dos grupos. Pessoas que compartilharam tanta coisas juntas se vêem separadas por suas crenças, e lideradas por pessoas que aparentemente, não tem a mínima idéia do que fazer. Locke, o homem de fé, que olhou para dentro da ilha e disse que o que viu foi lindo, está sendo testado mais uma vez: ele acredita piamente estar certo e espera que Jacob diga seu próximo passo. Mas ele não diz. Ele não está lá. Mas John Locke ainda acredita, com toda sua fé, que o que ele está fazendo é certo e para o bem de todos. Será mesmo? Será que ele não está abalado com os recentes acontecimentos em sua vida e levando a ferro e fogo sua liderança? Será John Locke o novo ditador da Ilha? Hurley o contestou, em Confirmed Dead, o que ele estava fazendo, e ele disse que ele estava no comando, Hurley gostando ou não. E perguntamos: quem deu o direito a Locke para dizer para as pessoas o que fazer ou deixar de fazer?

A mesma ressalva eu faço para o outro lado, Jack. Não há como negar sua liderança diante dos Losties - como médico, ele se destacou em ajudar a todos e exercer o papel nem sempre fácil de líder. Mas assim como Locke, liderança não significa poder absoluto. Saber o que fazer não lhe dá o direito de mandar nas pessoas. Mais parece que, atualmente, Jack colocou seu bigode curtinho e Locke tem um sotaque italiano. A diferença que os ditadores reais eram aliados, e a versão lostiniana da coisa... bem, nem tanto. Que fique bem claro - eu não considero Locke e Jack fascistas sanguinários e impiedosos - mas o paralelo do fascismo e do poder exercido pelos dois tem suas semelhanças ao meu ver.


"Eu quero te usar para uma coisa.''

A infame frase dita por Kate no episódio dessa semana causou alvoroço - histéricos e revoltados - quando foi mostrado no sneak peak. Skaters pessimistas temiam que a Sardenta estivesse usando nosso golpista favorito, mas quando o episódio passou, ficou claro que esse não foi o caso. Kate visita Miles, o japorongo médium, e pede informações sobre ela (como se meio mundo já não soubesse, Kate querida) mas ele pede um minuto com Ben. Ela, sabendo que não conseguiria sozinha, pede ajuda para a pessoa que mais entende de golpes na ilha - Sawyer. Porém, ela tenta lançar um charme, mas ele vê direto suas intenções por detrás daquele sorriso maroto. Muito ao contrário de Jack, que bastou Kate dizer as palavras mágicas - Você está certo, seu teimoso estúpido - e como mágica o Doc se derreteu em carinhas e olharzinhos e infinitos inhos açucarados enquanto sua querida amada... rouba o telefone. Seria trágico se não fosse cômico - ou seria cômico se não fosse trágico - a relação que os dois têm ao longo do show e que os escritores fazem questão de frizar. Jack não confia totalmente em Kate - vide a primeira temporada onde ela esconde a chave e na segunda onde ele não deixa-a vir na expedição - e Kate, apesar de confiar em Jack, não vê nele um parceiro onde ela pode dizer tudo e pedir tudo que ela sabe que ele irá fazer, na medida do possível, sem perguntas estúpidas. O paralelo das duas relações - Sawyer vê sob as intenções de Kate, Jack além de não ver, não confia - deixa claro qual ligação é mais profunda. Só não vê que não quer - ou quem é verde e usa óculos cor-de-rosa para enxergar o mundo.


Outra frase que causou mal-estar foi dita também por Kate no início do episódio. "Eu não confio em você.'' Realmente, alguém acreditou nisso? Para alguém que pede ajuda para aplicar um golpe, Kate querida, você confia bastante nele ahn? Até demais, eu diria. Por mais que eu compreenda o sentimento de Kate naquele momento - Sawyer estava no grupo ''rival'' e tinha sido um completo idiota com ela no riacho - dizer que não confiava nele não era realmente o que ela tencionava fazer, e sim magoá-lo de alguma forma. Kate sabe muito bem que Sawyer é completamente devotado a ela, e ela dizer que não confia nele é uma estacada bem no meio do peito. Ela está magoada e confusa por não entender porque cargas d'água ele quer ficar naquela maldita ilha, e dizer isso dá conta do recado. Mesmo assim, eu ainda acho que há uma razão obscura para Kate querer tanto assim sair da ilha - ela só diz isso a Sawyer quando ele pergunta o porquê dela querer sair. Baby, a única coisa que lhe espera lá fora são... algemas. E eu não estou dizendo no sentido sexy da coisa. Onde há fumaça, geralmente há fogo.

"Eu vou te proteger.''

Quem não derreteria com uma frase dessas dita por um homem desses? Em uma das cenas mais lindas do episódio, Kate vai para cama de Sawyer - depois do tão aclamado BILY de Jack - e o beija apaixonadamente após ele dizer que a protegeria. Agora reflitamos juntos: Se, e somente se, Kate ama Jack tão perdidamente, e ela sabe que ele também a ama, porque raios ela ainda não fez nenhum movimento? Eles tiveram alguns momentos sozinhos nesse começo de temporada, então qual é a problemática da situação agora? Porque, eu pergunto cá com meus botões, se a) Kate ama Jack, b) Jack ama Kate, c) Sawyer estava do outro lado da ilha, d) Houve momentos em que Juliet não estava lá pra impedir ou intemrromper, e) Michael, o mais odiado pelas ervilhas, está bem fora de alcance, f) O dia estava lindo, os passarinhos cantavam, nem tava chovendo nem nada... Porque meu bom Deus, responda! Qual é o problema? O problema é que Jack e Kate nunca passaram do estágio 1. Eles se conheceram, flertaram e... tiveram um beijo digno de pena - que a própria Evi disse que se Kate tivesse pensado bem, não teria acontecido - mais nada. Cada momento considerado "romântico" foi sempre manchado por um outro acontecimento. Linda cena na sala de sinuca... E Kate estava algemada. E Jack a deixou lá, com o inimigo, para ir embora com Juliet. Bravo. Jack diz que a ama. Para explicar porque defendeu o Sawyer. Kate abraça Jack. Para roubar o telefone. Eles estão há 100 dias no primeiro degrau de uma escada enorme, e o show baby, está acabando. Apenas 44 episódios faltam, e se Jack e Kate vão ter alguma coisa, é melhor os escritores melhorarem isso. Kate e Sawyer têm uma noite de intimidade (sem sexo por motivos mais do que óbvios), ela o acorda com beijos, Jack e Juliet vão se beijar novamente... E então? Cadê a temporada jate? Porque as cenas que temos agora são da mesma conotação que jate sempre teve - flerte, olhares, companherismo - mas e daí? Cadê os beijos, os momentos fofos, os detalhes, o sexo, os abraços, as brigas, tudo o que um casal tem? Ou melhor, tudo que SKATE tem?

Um casal se conhece, flerta, se beija, se conhece melhor, enfim, o que duas pessoas apaixonadas fazem em um relacionamento. Se formos considerar isso, jate é somento uma pretenção de relacionamento, algo que começou e não acabou, e que tá demorando demais pra desenrolar. Se skate vai mesmo acabar, porque trazer outro interesse romântico para Jack? Se Sawyer é um dos mais populares, e se ele vai ficar a ver navios - sem trocadilhos! - nada mais natural de trazer alguém para ele. Mas até hoje, ele não teve NADA de mais com outra mulher a não ser Kate.

E agora José?

Mas um ponto a se considerar é que - mesmo o contexto das cenas skate ter sido ótimo - a realização deixou a desejar. Não por causa de Evi e Josh, muito pelo contrário, mas o roteiro ficou pobre, desconexo e confuso. Por essa razão que comemoramos quando o resumo saiu, mas na hora de assistir ficou aquela sensação de "cadê? aquilo que eu li não era isso". O episódio terminou e ficou uma sensação de vazio. Eu esperava que Kate gritasse, chorasse, aprontasse um barraco enorme, que Sawyer disesse um monte de bobagens como ele sempre fala nessas horas, um tapa bem dado e Kate saindo furiosa, batendo a porta e tudo mais. Mas a briga começou ainda não sei bem porquê, e Jack entrou no meio da mistureba, e pá pum acabou. Parecia que os três primeiros episódios não haviam acontecido: Charile estava vivo, não havia um clima de guerra no ar e tudo estava lindo. Tudo realmente soou.... falso. Daquela situação de que a idéia era boa, mas na hora de fazer...


"O futuro à Deus pertence."

Pelo menos é o que o ditato diz, certo? Ahn... nada disso. Ultimamente a mais nova versão ervilhesca do ditado é "O futuro é nosso!'' e suas infinitas variações que a língua portuguesa permite - e a genialidade delas também. Então eu fico cá pensando... seria o futuro alguma coisa que você compra? Será que dar pra ir numa loja de departamentos e comprar 20kg de futuro pra viagem? Poxa, imagina só que legal, você vai nas Americanas e compra um pote de futuro belo e sorridente e muito rico! Onde será que elas compraram, já que é ''delas''? Eu também quero um desses! Ou será que elas tem uma linha direta com Mãe Diná?

Ou até mesmo possuem um contato com o nosso querido Brotha, Desmond!?


Alguém consiga o número do telefone delas! (será que telefone celular funciona dentro de latas?) Quero saber se vou conseguir casar com um médico rico. Você sabe, essas tragédias acontecem.

E por falar em futuro... tirando o fato de Evangeline ter sido deslumbrante, tanto em beleza como em atuação, o Flash Foward foi ri-di-cu-lo, para ser gentil. E eu não estou falando das cenas jates não. Uma mulher que roubou, matou, agrediu um oficial, e tudo mais, porque é famosa agora é inocente? A propósito, ''Not guilty''? Então tá né Kate, você é inocente e eu sou a Rainha da Inglaterra. Tudo bem, é preciso que Kate esteja fora da cadeira para que a história continue, mas eu acho (modéstia a parte) que até eu inventaria outra maneira mais crível de Kate se safar da prisão. E sim, eu quero meu Personal Jack Sheppard. Não, não é isso que vocês estão pensando. Pensa só: você mata seu pai


Assalta um banco,

e tudo mais, e num passe de mágica, Jack aparece,

diz que você é a Mulher Maravilha da atualidade, defensora dos fracos e oprimidos,

e voilá, você se livra da prisão. Es-tu-pen-do. E vamos combinar, "Do you LOVE the defendant?'' Pior.acusação.ever. O que diabos isso tem a ver com tudo isso? Mesmo se Jack dissesse que ama Kate, que grande diferença isso faria? Isso anularia seu testemunho? Puh-lease.



Mas enfim, esqueçamos o que fizeram com esse episódio, pensem nas cenas de um mode geral e tentem ao menos ignorar os péssimos diálogos, que acho que podemos sobreviver, certo?

Talvez. Talvez minhas queridas e meus queridos, estaremos fadadas a um futuro sombrio e sádico. O fim de skate, ó céus, tremei skaters! Estamos prestes a viver o Armagedon shipper!

Mas quem sabe - e eu acho muito provável - um cheiro de ervilha queimada paire pelo ar depois dessa temporada, porque quando você aposta piamente numa coisa e ela não acontece, você acaba queimando a língua.

• Enviado por Aika em sábado, 23 de fevereiro de 2008 às 04:57 /

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Iz Bééék!

É isso mesmo meus queridos e minhas queridas, Lósti iz Béék! (ou traduzindo para o linguajar comum, Lost is Back, ou Lost está de volta.) Depois de um período onde você poderia ter engravidado de uma criança e já estar dando leitinho pra ela, o nosso show favorito (e eu, consequentemente) volta para a alegria geral da nação. Depois de crises, guerras, spoilers atravessados e muita unha roída, Lost volta a configurar nas telas das tvs (para quem é sortudo e mora num país onde de fato o show passa) ou mesmo nas telas dos computadores por todo o mundo.

Vai me dizer que você não sentiu falta das caras absolutamente hilárias do nosso tão-preferido Dr. Jack, Teh Hero?

E da nova edição de Jack got PUNK'ED in an Island?

"Awwww... O cheirinho dela!''

"Cadê a droga do telefone??''
Dos momentos WTF's de Lost...

Dos momentos tristes..

Sentiu, não sentiu?


E para comemorar a Season Premiere entitulada The Beginin of the End, a tradução de um post mais do que hilário (e altamente pertinente para o momento) da forista Bryden, no LF:

Nem tudo são flores

Kate: (Deus me ajude, lá vou eu...)

Kate: (OMG ele tá todo... suado! E tem ''coisas'' no cabelo dele.)

Kate: (E que cheiro é esse?? A colônia vencida que o Bernard usa?)

Kate: (Eu quero meu Sawyer!!)

Jack: (OMG! Kate está me abraçando? Eu ainda estou nessa! ABC me AMA!)

Jack: (Estou entediado. Vamos acabar logo com isso. Eu tenho que matar o Locke. O papai
aqui está com um espírito matador hoje, baby!)

Awww... olha! Jack e Kate finalmente fazendo contato físico. Épico!

Baby, esse não é um verdadeiro JUG! Ela está roubando o telefone da Naomi.

Eu ouvi que as estatísticas do crime na ilha estão aumentando. Todo esses tiros, facas atiradas, gases venenosos, raptos, e briga de rapazes estão por todo lado.

~~*~~*~~

Olhem todos! Jack e Kate estão sentados um do lado do outro E ESTÃO CONVERSANDO! Épico!

(God, que falta do Sawyer! Por que diabos eu estou aqui?)

Por que você está aqui, Kate? É para me confortar, do mesmo jeito que minha mãe falhou em fazer quando eu era criança?

Eu acho que sim. Mas isso não é um piquenique, acredite. Eu estou toda ensopada
e Sawyer nem está por perto para comentar como meus peitos ficam lindos por debaixo dessa camiseta molhada!

Seja como for, Kate... Estou me sentido torturado agora, e nós estamos há muito tempo nesse ''momento''.

Kate: Okaaay... então além do fato de seu hálito cheirar mal... igual àquelas crianças de maternal que tomam seu lanche e esquecem de escovar os dentes e ficam com aquelas coisas no meio dos dentes... Qual é o seu problema?

Kate: Você está pensando sobre Charlie e o aviso que ele escreveu em sua mão antes de morrer? E o fato de que você está ignorando esse aviso e indo na direção daquelas pessoas de qualquer forma? Você está tendo outros pensamentos?

Anh... er... Não, eu não estava pensando no Charlie.

Eu estou pensando no Locke e em como eu desejaria tê-lo matado...

Hey! Você ouviu isso?

É, eu ouvi. (Que nojento!)

Não ISSO, Kate. Eu quis dizer o outro som. Vamos investigar.

......

OLHEEEM! Ele está tocando no OMBRO dela!! No OMBRO! Um JOUCH! Jate in the Jain!!! JAAAAINNNN!!!!! *freaks out*

Coisas RUINS acontecem na chuva em Lost, tolinho! E ele está lhe mostrando o caminho a ela ... por assim dizer. Isso é tão romântico como ajudar uma velhinha a atravessar uma rua movimentada!

E ele provavelmente tem milhões de bactérias em suas mãos. Daquele tipo de bactéria que vive nos banheiros públicos e mata milhões de pessoas todo o ano.

HAHAHAHAHAHAHAHAHA! LOL

Se essa temporada seguir a mesma linha da Season Premiere, com essas cenas totalmente hilárias de Jate, cara, eu juro que meu coração não aguenta! XD


Até o 4.02! Hasta la vista, baby ;]






• Enviado por Aika em segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008 às 07:51 /

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Once Upon a Time...

Texto para estreiar o template novo ^^
Banner feito por mim, o resto pela Cris.

Era uma vez em uma ilha*...
Onde eles se encontraram,



E foi como se o cupido tivesse tocado o coração deles! *awwwws*
O olhar que eles trocaram, quase dizendo com os olhinhos claros "Céus encontrei o par de sapatos velhos pro meus pés descalços!"
E um dia após o Look of Luuurv, nós estávamos totalmente ZOMFGCANON!




Mas oh... que triste. A vida é uma caixa de surpresas e uma garota não queria que eles se amassem.
Ela estava muito brava, estava sim!
Ela queria escapar com ele, antes que ele caísse de amores pela Loirona...




Mas já era muito tarde! Ele já amava ela.
Então Sardenta dormiu com ele para mostrar que ele poderia esquecer a Loirona ao lado dela...
Foi um sexo depressivo Ç_____Ç



E finalmente ele ficou com ela. Ele poderia amá-la, não poderia? Ah sim, ele poderia...



Mas a vida... ah ela é uma caixinha de surpresas! E então ele escapou com ela!



Mas quando a Loirona salvou sua vida... Awww o amor estava de volta! E eles se olharam intensamente. Foi emocionante demais! ç____ç *chora só de lembrar*




Mas a vida baby, ela é uma caixinha de surpresas! Oh sim! E mesmo todo aquele imenso, estrondoso, avassalador amor ter voltado com toda sua força a ponto de fazer ambos quase caírem no chão, ele teve que deixá-la! Oh! E eles se separaram...



Loirona ficou muito, muito deprimida com a partida do seu Loirão Sarado. Então, ela pediu para o Doc que concertasse ela... salvasse ela daquela dor profuuuuuuuuunda que ela sentia!



Talvez, quem sabe, ela poderia amar ele também.
Mas de repente, não mais que de repente, CHANCE was there fom them!



E então ele se encontraram novamente.... E OHMYGOD! O amor ainda estava lá, forte, pulsante, vivo! Os olhares que eles trocaram foi puro amor, amor! Até as folhinhas verdes em volta deles fizeram um AWWW em coro de tão apaixonante que a cena foi...




Mas a vida baby... Oh sim, a vida é uma caixinha de surpresas! E então Sardenta estuprou o pobre Loirão Saradão Ç_____Ç




E ele não gostou nada disso, oh não. Ele deixou que ela o estuprasse mais uma vez, mas enfim, ele detestou.

Só que de repente, não mais que de repente (vocês também tem a impressão que isso tá ficando repetitivo? o_o), CHANCE salvou o dia mais uma vez! Dizem que ele era o líder da Liga da Injustiça, mas bem isso são só boatos. E que nome mais estranho né? CHANCE...



E o ajudou a se livrar da Sardenta PARA TODO SEMPRE!



E então a Loirona beijou o Doc para agradecer por ele ter concertado ela...



E eles partiram para TODO SEMPRE, para viver juntos um com o outro e vice-versa!
*___*




FIIIIIM!

Sabe gente, eu postei isso porque estou convencida de que, nunca na história desse show, um ship foi tão intenso como Suliet! Acho melhor nós aceitarmos de uma vez. Abram os olhos e enxerguem a escuridão! (não, calmae, não é isso...) Digo, Vendem seus olhos e vejam a verdade! (não, calma, ainda não é isso), ahn, como que era mesmo a frase....

O__O

Enfim, vejam, eles têm muito em comum. Eles são loiros, e são sarcásticos, e eles são loiros também... Oh! E eles são sarcásticos! E irônicos! Tudo junto ao mesmo tempo! Eu já disse loiros? Ah, sem esquecer que eles são muito sarcásticos. E loiros.

Então minha gente, acho melhor aceitar de vez antes que seja cedo demais. Porque conforme disse o Oráculo da Sabedoria Superior que é Maior que dos Outros, a 4ª temporada é jate. Get over it people, skate is over! Ç___Ç Suliet all the way! Issáá!

Suliet is sooooooooooo faaaaaaaaaaaate!!!! No matter how long it taaaaaaaakes!



De repente comecei a me sentir meio redonda e verde o_o'



*texto inspirado no post de Lyly Ford.

• Enviado por Aika em sábado, 8 de dezembro de 2007 às 18:20 /

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------